Obama, o primeiro negro a ter a candidatura presidencial dos EUA nas mãos

Teresa Bouza Washington, 20 mai (EFE).- O senador Barack Obama, o homem que pretende se tornar o primeiro presidente negro dos Estados Unidos, alcançou nesta terça-feira o que sua campanha define como um grande marco, ao conseguir a maioria dos delegados eleitos, o que, na prática, faz com que tenha a candidatura democrata ao alcance das mãos.

EFE |

Com isso, Obama se transforma no primeiro afro-americano na história dos Estados Unidos com possibilidades reais de disputar a Presidência americana.

O senador por Illinois, que venceu esta noite as primárias do Oregon e perdeu para a sua rival Hillary Clinton em Kentucky ainda não tem os 2.025 delegados necessários para obter a candidatura presidencial.

No entanto, conquistou 1.627 dos 3.253 delegados escolhidos nas urnas, e isto pode lhe ajudar a convencer a elite do partido de que todas as opções se voltam definitivamente a seu favor.

Obama foi classificado por muitos como "a grande esperança dos brancos", ao incorporar o sonho de reconciliação em um país com profundas divisões raciais.

"Não há um EUA branco e um EUA negro, e sim os Estados Unidos da América", assegurou em um discurso pronunciado durante a convenção nacional do partido democrata em Boston em 2004.

O senador democrata por Illinois é filho de Barack Obama Sr., um economista queniano educado em Harvard, e de Ann Dunham, uma mulher de Wichita, no estado americano do Kansas.

Nascido em Honolulu (Havaí) e criado entre EUA e Indonésia, conhece tanto os sofisticados corredores do poder como os bairros mais pobres americanos.

Essa história de idas e vindas deu, segundo sua própria opinião, as ferramentas necessárias para que pudesse se tornar um político hábil na hora de fazer coligações e traçar alianças.

Sua meia irmã, Maya Soetoro-Ng, explicou essa habilidade de outra forma em declarações a meios de comunicação americanos. "Ele se movimenta entre vários mundos", disse. "É o que fez em toda a sua vida", acrescentou.

Sua adolescência no Havaí foi marcada não só por uma destacada trajetória escolar, mas também por anos de rebeldia.

Depois obteve uma seleta formação nas universidades de Columbia e Harvard, experimentou uma etapa como professor e defensor dos direitos civis em Chicago e foi eleito senador em 2004.

Ajudado por um carisma irresistível e um enorme sorriso, Obama ganhou uma popularidade similar à de um astro de rock.

DADOS BÁSICOS.

Nome: Barack Hussein Obama Jr.

Nascimento: 4 de agosto de 1961, em Honolulu, Havaí.

Esposa: Michelle Robinson Obama. Casados desde outubro de 1992.

Filhos: Malia Ann, Natasha (Sasha).

Religião: Protestante.

Educação: Ocidental College, 1979-1981; Columbia University, 1983; Harvard Law School, 1991.

Carrera profissional: Foi advogado especializado em direitos civis em Chicago. Eleito senador em 2004. EFE tb/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG