WASHINGTON (Reuters) - O presidente norte-americano, Barack Obama, disse nesta segunda-feira que a nova estratégia nuclear norte-americana reduzirá as condições nas quais as armas nucleares poderiam ser usadas, mesmo em defesa própria, segundo relatou o jornal New York Times em sua página na Internet. O presidente disse em entrevista ao jornal que exceções seriam formuladas para Irã e Coreia do Norte, países que violaram ou renunciaram ao tratado da não proliferação nuclear.

Obama apresentará na terça-feira a nova estratégia nuclear dos Estados Unidos, possivelmente prevendo uma redução no tamanho e na função do arsenal atômico do país.

(Reportagem de Tabassum Zakaria)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.