Obama nomeia representante comercial e dois últimos secretários

CHICAGO - O presidente eleito dos EUA, Barack Obama, revelou nesta sexta-feira os nomes de seus secretários de Transporte e Trabalho e seu principal negociador para a área de comércio, preenchendo os últimos três assentos em seu gabinete.

Redação com agências internacionais |


A deputada democrata Hilda Solis, da Califórnia, será a titular da Secretaria de Trabalho e o deputado republicano de Illinois Ray LaHood será o secretário de Transporte. O ex-prefeito de Dallas Ron Kirk será nomeado representante comercial dos EUA.

Obama assume o cargo em 20 de janeiro e todas as nomeações terão de ser confirmadas pelo Senado, atualmente dominado pelos democratas, partido do presidente eleito.

Batalha na Casa Branca

Com essas escolhas para a secretaria do Trabalho e representante do Comércio Exterior, aparentemente Obama parece querer satisfazer os dois lados da dividida batalha pelo livre comércio. Solis, uma antiga defensora do trabalho, tem sido cética em relação aos acordos de livre-comércio, enquanto Kirk, que vem do primeiro time da elite política do Texas, tem discursado em favor do Tratado Norte-Americano do Livre Comércio (NAFTA).

Como prefeito de Dallas em 2000, Kirk estava em um grupo de líderes políticos que pediam pela permanente normalidade das relações comerciais com a China, dizendo que ou você é parte da comunidade econômica global ou você será deixado de fora dela.

Apesar de Obama ter dito durante sua disputa com a senadora Hillary Rodham Clinton que o acordo com o NAFTA deveria ser renegociado, ele não enfatizou a opinião durante a campanha nacional. Os devotos do livre comércio permanecem esperançosos que Obama modere sua posição, como fizeram seus antecessores, agora que ele foi eleito presidente.

Nós estamos muito felizes com a escolha de Kirk, e estamos ansiosos para trabalhar com ele, disse Julia K. Hughes, vice-presidente da Associação Americana de Importadores de Produtos Têxteis e Vestimentas. Ele tem sido um verdadeiro defensor do livre comércio e, como prefeito de Dallas, reconheceu o impacto positivo dos acordos comerciais.

Ativistas das causas trabalhistas que só falam na condição de anonimato expressaram cautela em relação a Kirk, mas apoiam claramente Solis, uma aliada próxima da porta-voz da Câmara, Nancy Pelosi. Solis foi eleita congressista pela primeira vez em 2000 e representa os distritos da classe trabalhadora de Los Angeles, compostos em sua maioria por hispânicos e asiáticos.

Autoridades da Federação Americana Trabalhista (AFL-CIO em inglês) disseram que começaram a pressionar pela nomeação dela logo após a eleição de Obama, apesar de o nome dela não ter aparecido como favorito entre os candidatos ¿ incluindo o ex-deputado David Bonior e a governadora do Kansas, Kathleen Sebelius ¿ antes da maioria deles retirar seus nomes da disputa ou ser rejeitada.

Líder trabalhista

Solis defendeu uma medida, chamada Lei da Livre Escolha dos Empregados, prioridade nº1 dos trabalhistas porque tornaria muito mais fácil sindicalizar os trabalhadores. Os empresários se posicionaram contra a medida. Ela é o único membro do Congresso na organização Direitos Americanos do Trabalho, um movimento que pressiona pela aprovação da medida. 

Estamos entusiasmados com a possibilidade de ter Hilda Solis como secretária do Trabalho, disse John J. Sweeney, presidente da AFL-CIO. Estamos confiantes que ela irá devolver ao Departamento do Trabalho uma de suas mais importantes missões: defender os direitos básicos dos trabalhadores. Ela se provou ser uma líder apaixonada e defensora de todas as famílias trabalhadoras. 

Líderes trabalhistas dizem que estão muito felizes com o fato dela se posicionar contra a NAFTA e o pendente acordo comercial com a Colômbia.  

Em contraste, a reação dos empresários à escolha de Solis variou de um desgosto educado a um profundo terror.

Estamos desapontados por ela apoiar a Lei da Livre Escolha dos Empregados, disse Randel Johnson, vice-presidente de política trabalhista da Câmara de Comércio Americana. Esperamos que Obama escolha alguém da AFL-CIO. Ela não apóia a filosofia que esperamos. Vamos discordar dela em alguns pontos e cooperar em outros.

Na Câmara, Solis é membro do Comitê de Energia e Comércio, Comitê de Recursos Naturais e Comitê de Energias Independentes e Aquecimento Global.

(Com informações da Reuters e do The New York Times)

Leia mais sobre Obama

    Leia tudo sobre: obama

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG