Obama nomeia reguladora Schapiro para chefiar SEC

CHICAGO (Reuters) - O presidente eleito dos Estados Unidos, Barack Obama, indicou nesta quinta-feira a reguladora do setor financeiro Mary Schapiro como chefe da Securities and Exchange Commission (SEC), órgão regulador dos mercados de capitais norte-americanos em meio a apelos por reformas na agência na onda de um gigantesco escândalo de fraude de investimento. Obama nomeou ainda o professor de direito da Georgetown University Daniel Tarullo para ocupar uma das duas vagas em aberto das sete cadeiras da diretoria do Federal Reserve, que está lutando para amenizar a crise de crédito e evitar uma forte recessão no país.

Reuters |

Obama também escolheu Gary Gensler, que já trabalhou no Tesouro, para chefia a Commodities Futures Trading Commission, que regula os mercados de opções e futuros de commodities.

A escolha de Schapiro, uma ex-reguladora da SEC e atual chefe do corpo regulador da indústria financeira, ocorre em meio ao escândalo sobre a falha da SEC de não descobrir um esquema de fraude de 50 bilhões de dólares usado durante anos pelo lendário gerente de investimento de Wall Street Bernard Madoff.

O SEC já estava sob pressão para se reformar antes mesmo do escândalo de Madoff, com formuladores de políticas argumentando que o órgão deveria ter identificado os problemas dos bancos de investimento Bear Stearns e Lehman Brothers antes de seu colapso neste ano.

Tarullo, de 57 anos, é um dos principais conselheiros econômicos de Obama e serviu o presidente Bill Clinton como seu principal conselheiro de política econômica internacional.

Gensler serviu como subsecretário do Tesouro de 1999 a 2001 e secretário assistente do Tesouro de 1997 a 1999. Ele é uma das três pessoas nomeadas pela equipe de transição de Obama para revisar a Securities and Exchange Commission.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG