Obama nomeia Martin Dempsey como chefe do Estado-Maior Conjunto dos EUA

Ex-comandante de divisão armada no Iraque, general substituirá o almirante Mike Mullen, que ocupava o cargo desde 2007

iG São Paulo |

O presidente americano, Barack Obama, nomeou nesta segunda-feira o general Martin Dempsey, que comandou uma divisão armada no Iraque, como chefe do Estado-Maior Conjunto dos Estados Unidos.

AP
Obama faz nomeação de Martin Dempsey (D) no lugar de Mike Mullen como chefe do Estado-Maior Conjunto dos EUA
"Com quase 40 anos como militar, Martin Dempsey é um dos generais mais respeitados e experientes no combate do país", disse Obama em discurso na Casa Branca, em que pediu ao Senado que confirme a indicação o mais rápido possível.

"No Iraque, liderou nossos soldados em meio a uma brutal insurgência. Depois de ter treinado as forças iraquianas, sabe que a longo prazo os países devem ser responsáveis por sua própria segurança", disse Obama.

A nomeação foi feita no Memorial Day, feriado anual nos Estados Unidos que recorda os americanos mortos em combate.

Dempsey substituirá o almirante Mike Mullen, que ocupava o cargo desde 2007.

Recentemente, Mullen surpreendeu as autoridades paquistanesas publicamente ao acusar o serviço de inteligência paquistanês (ISI) de abrigar combatentes da rede Haqqani, uma aliada do Taleban que trabalhou muito tempo para os militares do Paquistão e a comunidade de inteligência do Afeganistão.

A mudança segue uma série de novas mudanças que Obama fez nos últimos meses. Além de Dempsey, o presidente americano anunciou em 28 de abril o diretor da agência de inteligência americana (CIA), Leon Panetta, como novo secretário de Defesa americano no lugar de Robert Gates. Para a vaga de Panetta, foi nomeado o general David Petraeus, que atualmente comanda as forças da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) no Afeganistão.

*Com AFP

    Leia tudo sobre: euabarack obamamartin dempseymike mullen

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG