Publicidade
Publicidade - Super banner
Mundo
enhanced by Google
 

Obama nomeia enviado especial para o mundo muçulmano

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, nomeou neste sábado um de seus assessores na Casa Branca como enviado especial do governo dos EUA para a Organização da Conferência Islâmica (OCI), grupo que reúne 57 países e tem o objetivo declarado de proteger os interesses do mundo muçulmano.

BBC Brasil |


O novo enviado especial do governo americano para o mundo islâmico é o advogado Rashad Hussain, que atualmente faz parte da equipe de assessores de Obama para assuntos como segurança nacional, mídia, ciência e tecnologia.

Em uma mensagem de vídeo gravada veiculada durante o Fórum Estados Unidos-Mundo Islâmico, que está acontecendo em Doha, no Catar, Obama descreveu Hussain como "um membro respeitado da comunidade muçulmana nos Estados Unidos".

"Estou orgulhoso de anunciar que hoje estou nomeando meu enviado especial para a OCI, Rashad Hussain. Como um excelente advogado e membro próximo de minha equipe na Casa Branca, Rashad teve um papel-chave no desenvolvimento das parcerias que eu propus no (discurso do) Cairo", disse Obama, referindo-se ao pronunciamento que fez na capital egípcia em junho do ano passado, quando propôs um "novo começo" nas relações entre EUA e o mundo muçulmano.

Em um comunicado divulgado pela Casa Branca, o governo americano afirmou que a função de Hussain será a de "expandir e aprofundar as parcerias entre os EUA e os países islâmicos".

Aproximação

No discurso aos membros da conferência, Obama enumerou diversos programas que visam uma aproximação com o mundo muçulmano e falou do papel dos Estados Unidos nos conflitos do Iraque e do Afeganistão.

"Os EUA são responsáveis por terminar a guerra do Iraque; nós retiraremos todas as nossas brigadas de combate do Iraque até o final de agosto e seremos parceiros do povo iraquiano em favor de sua segurança e prosperidade", disse.

"No Afeganistão, estamos fazendo parcerias para isolar extremistas, reduzir a corrupção e promover boa governança e desenvolvimento".

Obama ainda reiterou que os Estados Unidos defendem a chamada solução de dois Estados para resolver o conflito entre israelenses e palestinos.

Neste domingo, a secretária de Estado americana, Hillary Clinton, deve fazer um pronunciamento no Fórum Estados Unidos-Mundo Islâmico.

Leia mais sobre Estados Unidos

Leia tudo sobre: eua

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG