Obama não terá reunião com Chávez durante Cúpula das Américas

O presidente Barack Obama não participará de nenhuma reunião bilateral com o venezuelano Hugo Chavez, como parte da Cúpula das Américas em Trinidad Tobago neste final de semana, anunciou nesta quinta-feira seu porta-voz.

AFP |

"Não há um encontro bilateral (...) no programa", garantiu Robert Gibbs à imprensa no México. Obama e Chávez assistirão à V Cúpula das Américas, na próxima sexta-feira.

Na mesma entrevista, Gibbs garantiu que Obama não evitará Chávez se for abordado pelo líder venezuelano: "Cada vez que me aproximo do presidente (Obama) para falar com ele, consigo falar, e imagino que ocorrerá o mesmo" com Chávez.

O presidente da Venezuela afirmou nesta quinta-feira que não firmará a declaração final da Cúpula das Américas porque ela não denuncia a exclusão de Cuba da Organização dos Estados Americanos (OEA) e nem apela aos Estados Unidos a suspender seu embargo contra a Ilha.

O assessor de Obama para a Cúpula das Américas, Jeffrey Davidow, considerou as críticas "sem propósito", porque a declaração final não visa a realizar comentários políticos sobre qualquer país em particular, e incoerente, porque a Venezuela teve a oportunidade de expor suas críticas durante o processo de elaboração do documento, que durou quase um ano.

lal/sd/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG