Obama: Não penso em Sarah Palin

Presidente americano disse estar mais preocupado em ser um melhor presidente do que com republicana que pode disputar em 2012

iG São Paulo |

AFP
Juntamente com as filhas, presidente deu continuidade à tradição do Dia de Ação de Graças
O presidente americano, Barack Obama, disse que não pensa na republicana e ex-governadora do Alasca Sarah Palin, uma possível postulante a seu cargo de presidente na disputa de 2012.

Em uma entrevista, Obama reconheceu a popularidade de Sarah Palin - um dos principais nomes do movimento ultraconservador Tea Party - entre os republicanos e disse que “respeita suas habilidades”.

“Gasto a maior parte do tempo pensando em como eu posso ser um melhor presidente”, disse o democrata à rede de TV americana ABC.

Durante um tour para promover o seu novo livro American by Heart, Sarah disse que poderia vencer Obama em uma disputa pela presidência em 2012. Uma pesquisa recente, no entanto, mostra Obama aparecendo na frente de Sarah em uma hipotética disputa eleitoral.

“Minha atitude sempre foi, desde o dia em que comeceu este trabalho, que se eu fizer um bom trabalho e se eu me dirigir ao povo americano, a política cuidará de si mesma”, disse. “Se eu fracassar e o povo americano estiver insatisfeito, então eu terei problemas”.

As declarações de Obama são feitas três semanas depois da derrota dos democratas nas eleições legislativas, em que o Partido Republicano tomou controle da Câmara dos Deputados, além de algumas cadeiras no Senado.

Nesta quarta-feira, o presidente americano deu continuidade a uma tradição da Casa Branca, ao indultar um peru chamado Apple e outro cujo nome é Cider. No ritual ao lado das filhas Sasha e Malia, Obama desejou a todas as famílias americanas, incluindo muitas prejudicadas pela situação econômica nos EUA, um feliz Dia de Ação de Graças (Thanksgiving Day), que será celebrado na quinta-feira.

"Tenho responsabilidade como dirigente do país mais poderoso do mundo: indultar dois perus", brincou Obama durante discurso no Jardim das Rosas da Casa Branca, na presença de suas filhas.

*Com BBC

    Leia tudo sobre: barack obamasarah palineuademocratasrepublicanos

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG