Obama irá a Copenhague para anúncio de sede da Olimpíada de 2016

A Casa Branca confirmou nesta segunda-feira que o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, irá a Copenhague, na Dinamarca, na próxima sexta-feira, para acompanhar o anúncio da cidade escolhida para sediar os Jogos Olímpicos de 2016.

BBC Brasil |

Obama - que será o primeiro presidente dos Estados Unidos a comparecer pessoalmente a tal cerimônia - irá a Copenhague para fazer campanha pela escolha de Chicago para sediar os Jogos. 

A cidade americana e o Rio de Janeiro são considerados os mais fortes candidatos na disputa, que conta ainda com Madri e Tóquio.


Placar em praia carioca faz contagem regressiva para anúncio / NYT

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a primeira-dama, Marisa Letícia, também comparecerão ao evento.

Comitivas

Obama viajará acompanhado da primeira-dama americana, Michelle, da secretária de Educação, Arne Duncan, e do secretário de Transportes, Ray LaHood. Os dois políticos são de Illinois, Estado onde fica Chicago e onde Obama fez sua carreira política.

Por sua vez, a delegação brasileira contará também com Pelé, o ex-presidente da FIFA João Havelange e o presidente do Comitê Olímpico Brasileiro, Carlos Nuzman.

Na semana passada, quando se encontraram na cidade americana de Pittsburgh, na reunião de cúpula do G20, Lula e Obama trocaram provocações bem-humoradas sobre a cidade com mais chances de sediar os Jogos.

Segundo o relato de Lula, Obama teria dito que, após o Brasil adquirir caças franceses em vez de americanos (a decisão final sobre a compra dos aviões ainda não foi anunciada), ele iria trabalhar com mais afinco pela vitória de Chicago.

O brasileiro teria retrucado: "Poderá ser a sua segunda derrota''.

Na coletiva concedida após a conclusão da cúpula do G20, Lula afirmou que o Rio pode até não vencer, mas que, caso isso aconteça, "será a primeira vez que derrotam uma cidade sem explicações. Porque a proposta do Rio é infinitamente melhor, os compromissos são muito grandes, feitos pela Prefeitura, Estado e União".

Leia mais sobre Jogos Olímpicos

    Leia tudo sobre: chicagoobamario 2016

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG