Obama indica primeiro negro para a pasta da Justiça

WASHINGTON (Reuters) - O ex-secretário Eric Holder aceitou o convite condicional feito pelo presidente-eleito Barack Obama para ser o titular do Departamento de Justiça no futuro governo, disse uma importante fonte do Partido Democrata na terça-feira. Antes de a oferta ser oficializada, a equipe de Obama quer averiguar se Holder tem condições de obter a confirmação no Senado com amplo apoio bipartidário, disse essa fonte, que pediu anonimato.

Reuters |

Assim como Obama será o primeiro presidente negro dos EUA, Holder será o primeiro afro-americano no cargo de secretário de Justiça, responsável pelo cumprimento das leis em prol dos direitos civis, que sempre foi uma causa ligada ao movimento negro norte-americano.

Obama quer que seu secretário de Justiça tenha amplo aval de republicanos e democratas no Senado, de modo que tenha legitimidade para "limpar" um departamento maculado por escândalos durante o governo de George W. Bush.

"Sabemos que temos os votos para a confirmação no Senado, mas queremos garantir que ele tenha amplo apoio para que possa fazer as reformas necessárias", disse o dirigente partidário.

De acordo com ele, ao menos 12 senadores influentes já foram ouvidos, e os simpatizantes de Holder estão otimistas quanto à efetiva indicação dele por Obama.

Holder, 57 anos, foi subsecretário de Justiça no governo de Bill Clinton. Como titular da pasta, será a principal autoridade do governo em questões como criminalidade e terrorismo.

Uma fonte disse que a bancada democrata no Senado está tentado avaliar a oposição que o nome de Holder despertaria entre os republicanos, devido à sua participação no perdão concedido nas horas finais do governo Clinton ao fugitivo financista Marc Rich. Holder na época se disse "neutro, tendendo a favorável" ao perdão.

O dirigente democrata disse que a esta altura aquele caso não parece ser "uma preocupação (de que seria) uma falha fatal".

(Reportagem de Thomas Ferraro e Jim Vicini)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG