Obama garante o direito de quem possuir armas legalmente

O presidente eleito dos Estados Unidos, Barack Obama, assegurou neste doingo que quem possuir armas de forma legal não tem nada a temer da parte de seu governo.

AFP |

As lojas de armas de todo o país registraram um aumento de suas rendas num momento em que os americanos que defendem o porte de armas temem que o novo presidente decida impor restrições às vendas do setor.

"Creio em uma lei de bom senso para o controle de armas. Por isso, os proprietários legais de armas não têm nada a temer ", afirmou Obama em coletiva de imprensa em Chicago.

Apesar de o presidente eleito defender o controle das vendas de armas, negou reiteradamente que pretenda confiscar as armas das pessoas..

O direito de portar armas nos Estados Unidos está garantido pela segunda emenda da Constituição e o controle das vendas é um ponto de atrito na agenda política.

"Creio na segunda emenda. Já disse isso em campanha. Não dei nenhum sinal diferente durante este período de transição e acho que podem confiar na minha palavra ", enfatizou.

As cifras mais recentes não foram divulgadas pelo FBI, mas o incremento das vendas de fuzis, pistolas e armas seimautomáticas dispararam em outubro, pouco antes da eleição de 4 de novembro em que Obama foi eleito.

mso/cn

EEUU-política-sociedad-armas

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG