WASHINGTON (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, determinou nesta segunda-feira que sua administração tome medidas para flexibilizar as restrições a viagens e remessas de dinheiro dos EUA para Cuba O presidente ordenou que os secretários de Estado, Tesouro e Comércio tomem as medidas necessárias para suspender todas as restrições na capacidade de indivíduos em visitar familiares em Cuba e fazer remessas de dinheiro, disse o porta-voz da Casa Branca, Robert Gibbs, em uma coletiva de imprensa.

Obama autorizou ainda que empresas de telecomunicações norte-americanas busquem licenças para operar na ilha cubana.

(Reportagem de Ross Colvin)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.