Washington, 21 ago (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, felicitou hoje os milhões de afegãos que exercitaram na quinta-feira o direito de escolher seu líder, apesar das tentativas dos extremistas talibãs de atrapalhar as eleições.

"O futuro pertence aos que querem construir, não destruir", afirmou hoje Obama, em breves declarações na Casa Branca.

O presidente disse ainda que os EUA continuarão à espera dos resultados oficiais do pleito e lembrou que Washington não respaldou nenhum dos candidatos que concorreram nas eleições presidenciais da quinta-feira.

Obama afirmou que os EUA continuam comprometidos com o objetivo de "desmantelar e derrotar" o grupo terrorista Al Qaeda e seus aliados extremistas que operam no Afeganistão e no vizinho Paquistão.

"Alcançaremos esse objetivo", afirmou Obama, que agradeceu o trabalho realizado pelas tropas americanas no Afeganistão, em momentos em que houve um aumento na violência contra os militares dos EUA que atuam na região. EFE tb/pd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.