Obama falou com Ban e governantes de Canadá, A.Saudita e R.Unido

(atualiza com dados fornecidos pela Casa Branca) Washington, 23 jan (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, falou hoje com os primeiros-ministros de Canadá, Stephen Harper, e Reino Unido, Gordon Brown, com o rei Abdullah bin Abdul Aziz, da Arábia Saudita, e com o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, informou hoje a Casa Branca.

EFE |

Em comunicado, o porta-voz da Casa Branca, Robert Gibbs, disse que, em sua conversa com Harper, Obama agradeceu as felicitações do primeiro-ministro por sua posse e abordou assuntos como a situação no Afeganistão, a mudança climática e a crise econômica global.

Obama planeja que sua primeira viagem oficial como presidente dos EUA tenha como destino o Canadá, uma tradição respeitada por seus antecessores.

Com o rei Abdullah da Arábia Saudita, um dos maiores aliados dos EUA no Oriente Médio, Obama "ressaltou a importância de uma relação sólida" entre os dois países e agradeceu o papel do soberano na Iniciativa de Paz Árabe para o conflito israelense-palestino e o Diálogo Ecumênico, explicou o porta-voz.

Com Brown, cujo país possui uma "relação especial" com a ex-colônia, Obama expressou a intenção de manter e fortalecer os intensos laços entre as nações.

Eles abordaram a crise econômica e expressaram a esperança de participar da cúpula do Grupo dos Vinte (G20, que reúne os países mais desenvolvidos e os principais emergentes), que será realizada em Londres em abril.

O presidente americano falou também com o secretário-geral da ONU, a quem expressou seu compromisso de manter uma relação sólida com a instituição multilateral e sua esperança de uma colaboração efetiva em assuntos como a mudança climática e a luta contra a pobreza e o terrorismo.

Obama também expressou a Ban seu apoio à missão das Nações Unidas no Iraque, e abordou formas de a organização realizar reformas para melhorar sua gestão.

Em seu primeiro dia de trabalho como presidente, na quarta-feira, Obama conversou com o primeiro-ministro israelense, Ehud Olmert; os presidentes da Autoridade Palestina, Mahmoud Abbas, e Egito, Hosni Mubarak, e o rei Abdullah II, da Jordânia.

A Casa Branca indicou que Obama conversou com os quatro líderes sobre a situação em Gaza e expressou seu compromisso de se envolver desde o começo de seu mandato de maneira significativa para tentar conseguir a paz entre israelenses e palestinos.

Obama nomeou na quinta-feira como enviado para o Oriente Médio o veterano mediador George Mitchell, em cerimônia na qual prometeu trabalhar de maneira "ativa e enérgica" para conseguir um acordo de conciliação na região. EFE mv/mh/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG