Obama expressa a Brown sua decepção por repatriação de Megrahi

Washington, 10 set (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, expressou hoje ao primeiro-ministro do Reino Unido, Gordon Brown, sua decepção pela repatriação à Líbia de Abdel Baset al Megrahi, condenado à prisão perpétua na Escócia pelo atentado de Lockerbie, em 1988.

EFE |

Segundo a Casa Branca, Obama e Brown conversaram por telefone sobre diversos assuntos, desde a entrega de Megrahi à Líbia até os preparativos para a cúpula do Grupo dos Vinte (G20, que reúne os países ricos e principais emergentes) marcada para os próximos dias 24 e 25 na cidade americana de Pittsburgh.

Durante o diálogo, de acordo com a Casa Branca, Obama "expressou seu decepção pela decisão do Governo autônomo escocês de devolver o autor do atentado contra o voo 103 da PanAm à Líbia".

A decisão foi tomada no mês passado por razões humanitárias, já que Megrahi sofre de um câncer na próstata em estado muito avançado, e causou um grande mal-estar nos EUA, onde se considera que o líbio deveria ter cumprido a pena à qual foi condenado.

Megrahi foi declarado como culpado por um tribunal escocês em Haia pela explosão do voo 103 da PanAm quando sobrevoava a cidade escocesa de Lockerbie durante a rota entre Londres e Nova York em dezembro de 1988. 270 pessoas morreram no atentado.

Brown disse que a decisão correspondia inteiramente ao Governo autônomo escocês e não quis opinar sobre o assunto.

Esta foi a primeira vez em que Brown e Obama se falaram desde julho, quando compareceram à cúpula do Grupo dos Oito (G8, que reúne os sete países mais industrializados do mundo e a Rússia) na cidade italiana de L'Aquila. EFE mv/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG