Obama explicará amanhã decisões sobre Guantánamo

Washington, 20 mai (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, explicará amanhã seus planos sobre Guantánamo, um dia depois de o Senado ter lhe negado os fundos para fechar a polêmica prisão para suspeitos de terrorismo.

EFE |

Obama anunciou o fechamento de Guantánamo para ao longo do ano, poucos dias após assumir a Presidência em janeiro.

A medida, porém, enfrenta dura oposição, principalmente centrada no destino final dos últimos 240 detidos que permanecem na prisão militar desde que, em 2001, o ex-presidente George W. Bush iniciou a guerra global contra o terrorismo.

Obama fará uma revisão "das decisões que tem que se tomar sobre a forma de fechar Guantánamo", assinalou o porta-voz da Casa Branca, Robert Gibbs.

Segundo o porta-voz, Obama também explicará a ordem para que não sejam divulgadas fotos de abusos de prisioneiros em outros centros de detenção e de manter a vigência das comissões militares que julgam os supostos terroristas.

Gibbs indicou que o líder americano mantém sua decisão de fechar Guantánamo, mas explicou que até agora não foi determinado o local para onde serão transferidos alguns dos detidos.

O tema do centro de detenção encravado na base naval de Guantánamo, em Cuba, está incluído no discurso sobre segurança nacional que Obama pronunciará em Washington às 11h (Brasília) desta quinta-feira. EFE ojl/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG