Obama estuda novo plano de paz no Oriente Médio, diz jornal

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, considera seriamente propor um novo e amplo plano de paz para resolver o conflito no Oriente Médio, segundo informou nesta quarta-feira o jornal The Washington Post, que cita como fonte dois integrantes do alto escalão do governo americano.

EFE |


Segundo um dos funcionários, se vier a ser lançado, o plano de Obama refletirá o progresso alcançado no passado em assuntos como as fronteiras, o direito de retorno dos refugiados palestinos e o status da cidade de Jerusalém.

O outro integrante do governo americano entrevistado pelo "Washington Post" afirmou que 90% da proposta seria igual ao conversado em negociações anteriores.

A novidade no plano de Obama seria a vinculação do conflito entre Israel e palestinos com assuntos de segurança mais amplos na região, como a situação no Irã.

"Queremos afastar o debate dos assentamentos no leste de Jerusalém e levá-lo a um nível que possa envolver Jordânia, Síria e outros países da região", explicou a segunda fonte.

Na opinião de um dos altos funcionários, o enfoque gradual não funcionou. "Não se trata de escolher entre o Irã ou o processo de paz no Oriente Médio. É preciso fazer as duas coisas", afirmou.

O "Washington Post" destacou que o interesse da Casa Branca em propor um plano de paz aumentou nos últimos meses e se "acelerou" após a visita a Israel do vice-presidente americano, Joseph Biden, em março.

Durante a visita de Biden, o governo israelense anunciou a construção de 1.600 casas no leste de Jerusalém.

Tanto Biden como o presidente da Autoridade Nacional Palestino (ANP), Mahmoud Abbas, condenaram a decisão e afirmaram que essas medidas prejudicavam as conversas indiretas de paz sob a mediação dos EUA.

Biden pediu a Israel que evitasse "atos que possam exaltar os ânimos" e, assegurando que "não há alternativa para a solução de dois Estados", reiterou a Abbas a determinação dos EUA de estabelecer "um Estado palestino viável".

Leia mais sobre Oriente Médio

    Leia tudo sobre: oriente médio

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG