muito preocupado com golpe em Honduras - Mundo - iG" /

Obama está muito preocupado com golpe em Honduras

Washington, 29 jun (EFE).- O presidente americano, Barack Obama, mostrou-se hoje muito preocupado com o golpe de Estado em Honduras e o exílio do presidente Manuel Zelaya, indicou a Casa Branca.

EFE |

"Peço a todos os atores políticos e sociais em Honduras que respeitem as normas, o império da lei e os princípios da Carta Democrática das Américas", afirmou uma declaração do presidente americano.

A secretária de Estado americana, Hillary Clinton, condenou a detenção de Zelaya, sua destituição e seu exílio forçado à Costa Rica.

Tudo indica que a crise constitucional em Honduras é um dos assuntos sobre os quais falarão hoje Obama e o presidente da Colômbia, Álvaro Uribe, que o visitará na Casa Branca.

Funcionários de alta categoria indicaram ontem que os EUA mantiveram contatos com os militares em Honduras, inclusive um "muito recente", em busca de minimizar a crise no país.

"Estivemos em contato com todas as instituições hondurenhas, incluindo as Forças Armadas", disse, em conversa telefônica, um dos funcionários, que pediram para não serem identificados.

O funcionário acrescentou que, embora agora estejam quebradas as comunicações com os militares hondurenhos, a princípio "atendiam nossas ligações (da embaixada americana), mas deixaram de fazer isso".

Sem precisar detalhes, um segundo funcionário disse que os Estados Unidos foram "muito claros" com os diferentes setores e instituições de Honduras de que qualquer resolução à crise deve ser "democrática" e "constitucional".

Assim, os dois funcionários insistiram em que os EUA só reconhecem Zelaya como único presidente constitucional de Honduras e reiteraram sua chamada para que ele volte ao cargo. EFE jab/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG