cyber czar - Mundo - iG" /

Obama escolhe ex-assessor de Bush para cyber czar

O presidente americano, Barack Obama, nomeou nesta terça-feira Howard Schmidt, ex-assessor do governo de George W. Bush e executivo da Microsoft, para o posto de coordenador de segurança na Internet.

AFP |

"Howard terá a importante responsabilidade de orquestrar as muitas atividades de segurança na Internet de todo o governo", indicou John Brennan, assistente de Obama para segurança interna e contraterrorismo.

A decisão de Obama de escolher um "cyber czar" para a Casa Branca vem 11 meses depois de sua posse, e sete meses após sua declaração apontando a segurança de redes de informática públicas e privadas como "uma prioridade de segurança nacional".

Nenhuma agência estatal americana havia sido encarregada até hoje de garantir a segurança virtual do governo, e os parlamentares já pediam há tempos a criação de uma instância de cybersegurança poderosa diretamente ligada ao gabinete do presidente.

Nas administrações anteriores, a segurança virtual foi objeto de duras batalhas entre o Departamento de Segurança Interna (DHS, na sigla em inglês) e a Agência de Segurança Nacional (NSA, idem), que comanda um sistema sofisticado e ultrasecreto de vigilância eletrônica.

Um alto oficial do DHS pediu demissão em março, reclamando que o departamento havia sido deixado de lado e que os esforços de proteção das redes do governo estavam sendo concentrados na NSA.

De acordo com o jornal The Washington Post, Schmidt foi escolhido depois de dezenas de pessoas terem sido sondadas para o cargo - e recusado assumi-lo. Para especialistas, a posição é pouco atraente por conferir pouca autoridade e acumular muitas responsabilidades.

Schmidt trabalhou como assessor de assuntos de Internet para o presidente Bush entre 2001 e 2003, e atualmente coordena a organização sem fins lucrativos Information Security Forum.

Em seu novo posto, Schmidt responderá à Agência de Segurança Nacional na Casa Branca, organizando as políticas de cybersegurança do governo federal para agências civis e militares.

Segundo Brennan, Schmidt "terá acesso regular ao presidente e trabalhará como membro crucial de sua equipe de Segurança Nacional".

"Ele também irá trabalhar em conjunto com sua equipe econômica para garantir que nossos esforços de cybersegurança mantenham a nação segura e próspera", acrescentou o assistente de Obama em um comunicado.

Veterano do FBI e da Força Aérea, Howard Schmidt já trabalhou como chefe do setor de segurança da gigante Microsoft e do site de leilões eBay.

Citando suas quatro décadas de experiência no governo, no mundo dos negócios e no setor de segurança, Brennan disse que Schmidt é "uma das maiores autoridades mundiais em segurança informática".

"Proteger a Internet é crucial para nossa segurança nacional, para a segurança pública e para nossa privacidade e liberdades civis", afirmou.

Além da escolha de Schmidt, o Pentágono acaba de lançar uma nova unidade de comando e o DHS procura aumentar a proteção a redes civis.

cl/ap/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG