Obama e Medvedev defendem transparência nas eleições do Afeganistão

Moscou, 6 jul (EFE).- Os presidentes da Rússia, Dmitri Medvedev, e dos Estados Unidos, Barack Obama, defenderam hoje a necessidade de eleições presidenciais transparentes e que mereçam o respeito da população no Afeganistão.

EFE |

A declaração conjunta aprovada durante a primeira visita à Rússia de Obama ressalta a importância de "garantir as condições imprescindíveis para a segurança de eleições presidenciais e locais transparentes, e capazes de ganhar a confiança do povo".

O documento ressalta que a Rússia e os Estados Unidos apoiam "a participação de outros Estados na estabilização do Afeganistão".

Também destaca a necessidade de "intensificar e consolidar a cooperação do Afeganistão e do Paquistão na luta contra as ameaças comuns do terrorismo, do extremismo e do narcotráfico".

Os dois presidentes manifestam sua decisão de "estudar a cooperação russo-americana na reconstrução da infraestrutura de transportes, energética e industrial no Afeganistão".

Além disso, as partes concedem especial atenção ao tema do narcotráfico desde Afeganistão.

"Consideramos importante ativar a luta contra o narcotráfico tanto no território do Afeganistão quanto fora de seus limites", indica a declaração.

As partes decidiram também promover uma iniciativa bilateral para aumentar "as ferramentas para cortar os fluxos financeiros ilícitos", relacionados ao tráfico de drogas. EFE mb/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG