Obama e McCain trocam acusações ao reclamarem de campanha pesada

Redação Central, 15 out (EFE).- Os candidatos à Presidência dos Estados Unidos, o republicano John McCain e o democrata Barack Obama, se acusaram mutuamente de promover campanhas negativas um contra o outro.

EFE |

No terceiro e último debate entre os dois presidenciáveis, McCain lamentou os "aspectos negativos" da corrida eleitoral, alguns dos quais classificou como inaceitáveis.

Especificamente, o republicano se referiu aos ataques contra sua companheira de chapa e governadora do Alasca, Sarah Palin.

McCain disse que, durante a campanha, sempre tratou de temas relevantes para a população americana, como a economia e a criação de empregos.

Além disso, destacou que sempre criticou aqueles que passaram dos limites, seja dentro do seu partido ou não.

Contudo, o republicano voltou a insistir na relação de Obama com William Ayers, que já esteve ligado a organizações terroristas e que, segundo Palin sugeriu há cerca de uma semana, foi uma pessoa próxima ao candidato democrata.

Obama rejeitou todas as acusações e contra-atacou, afirmando que "quase todos estão convencidos de que é o senador McCain quem trava uma campanha muito negativa".

"Não só foi a campanha de McCain que foi negativa, mas também as organizações que a apóiam", acrescentou o senador por Illinois, que insistiu: "100% de suas propagandas foram negativas, John".

"Isso não é verdade", respondeu o republicano.

"Sim, é verdade", replicou Obama, num dos momentos mais duros do debate, realizado em uma universidade do estado de Nova York.

O democrata também disse que não ficou incomodado de ter passado as últimas semanas sendo atacado, mas ressaltou que o que os americanos querem é que os candidatos falem do que será feito por eles.

"Adoraria passar as próximas semanas falando de temas que intetessam à população, como impostos, energia e economia. (Os eleitores) querem que foquemos em assuntos que são importantes" para eles no momento, declarou. EFE rd/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG