Washington, 7 out (EFE).- As campanhas dos candidatos à Presidência dos Estados Unidos, o democrata Barack Obama e o republicano John McCain, reivindicaram a vitória no debate desta noite, por considerar que cada um deles mostrou mais força e capacidade de liderança que seu oponente.

O debate realizado em Nashville (Tennessee), o segundo dos três previstos entre Obama e McCain, foi o único no qual os dois candidatos se movimentaram pelo palco respondendo a perguntas dos eleitores indecisos.

Este formato, segundo a campanha democrata, favoreceu claramente a Obama, que ganhou por sua "presença física e porque demonstrou clareza, força e capacidade de entender a classe média".

A senadora Hillary Clinton, que concorreu com Obama pela candidatura democrata, emitiu um comunicado no qual afirma que o senador "demonstrou sem sombra de dúvidas que entende a gravidade da crise financeira e os desafios no Iraque e no resto do mundo".

Para a campanha republicana, John McCain venceu o debate, porque demonstrou que só ele "conta com a independência e a força para mudar tudo que não funciona em Washington e em Wall Street".

"Só ouvimos de Barack Obama meias verdades e contradições entre o que diz e o que faz", disse o porta-voz da campanha republicana, Jill Hazelbaker. EFE pgp/mh

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.