Obama e Lee vão cooperar contra crise econômica e da Coréia do Norte

SEUL - O governante da Coréia do Sul, Lee Myung-bak, e o presidente eleito dos Estados Unidos, Barack Obama, decidiram hoje trabalhar juntos contra a crise econômica global e buscar soluções para a questão da Coréia do Norte.

EFE |

Segundo a agência local de notícias "Yonhap", os dois líderes conversaram por telefone por volta das 7h15 locais (20h15 de quinta-feira em Brasília), e decidiram ainda fortalecer os laços bilaterais entre Estados Unidos e Coréia do Sul para promover a paz e a estabilidade na Ásia.

"A maior parte da conversa discorreu sem necessidade de intérprete", disse o porta-voz oficial sul-coreano, citado pela "Yonhap".

Lee parabenizou Obama por sua vitória nas eleições da terça-feira passada e lhe deu os pêsames pelo recente falecimento de sua avó.

Os líderes decidiram trabalhar juntos na crise da Coréia do Norte, na reorganização das tropas americanas desdobradas na Coréia do Sul e na promulgação de um Tratado de Livre-Comércio (TLC) entre os dois países.

    Leia tudo sobre: eleições nos eua

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG