Hillary Clinton e Barack Obama viajaram juntos nesta sexta-feira para uma pequena cidade de nome simbólico, Unity (unidade), em New Hampshire, deixando para trás a luta acirrada que travaram nas primárias de seu partido.

A escola primária dessa localidade, que conta com 1.100 habitantes - e isso levando em conta todas as vacas, segundo um bem-humorado morador -, será tomada por assalto por militantes do Partido Democrata provenientes de toda a região.

O lema do encontro é "Unam-se para a mudança".

Esta será o primeiro comício da ex-primeira-dama e do senador do Illinois, depois que, em 3 de junho, Obama conquistou a indicação democrata.

Na quinta-feira, Hillary e Obama se reuniram com doadores, em Washington, com grande discrição, antes do "momento formidável" que o senador do Illinois prevê em Unity.

Na quarta-feira, Obama havia explicado que contava com a ex-primeira-dama para fazer campanha em seu nome. "Ela pode ser extraordinariamente eficaz", havia dito durante uma entrevista coletiva à imprensa em Chicago. "Evidentemente estaremos limitados pela falta de tempo, mas fico feliz em realizar uma campanha vigorosa com ela".

A senadora Clinton reiterou na véspera todo seu apoio ao candidato Obama. Dirigindo-se aos líderes latinos, a ex-primeira-dama disse: "muita coisa está em jogo, todos nós temos que estar unidos pelos ideais e valores nos quais acreditamos".

"Creio firmemente que a melhor forma de seguir nesta luta é eleger Barack Obama como nosso presidente nas eleições de novembro", disse à Associação Nacional de Funcionários Latinos Eleitos e Designados (NALEO, siglas em inglês).

Barack Obama, por sua vez, anunciou que doará dinheiro para ajudar sua ex-adversária a pagar suas dívidas de campanha.

Após uma reunião com doadores de Hillary, a imprensa presente ao encontro informou que Obama ofereceu pessoalmente uma contribuição de 2.300 dólares - o máximo autorizado - para ajudar a senadora a pagar suas dívidas, e incentivou seus partidários a fazer o mesmo.

O evento desta sexta-feira colocará Unity no centro dos acontecimentos políticos, para a alegria de seus moradores.

"É tão apaixonante, nunca havíamos vivido uma coisa como essa", disse Mary Hall, tesoureira dessa cidade de 1.100 moradores... "e mais ainda, se você contar todas as vacas", brincou seu marido Ken.

Os eleitores de Unity ficaram divididos no dia 8 de janeiro, concedendo 107 votos para Hillary e Obama, igualmente. Em nível de Estado, a senadora por Nova York conquistou uma vitória apertada, contrariando as pesquisas.

Todos em Unity aproveitavam em paz o verão nessa paisagem bucólica... até o anúncio, na segunda-feira, da escolha de sua cidade para ser o cenário da reconciliação pública de Hillary e Obama.

str-/dm/sd/cn

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.