Obama e família causam agitação em passeio no Hawaii

Por Ross Colvin HAWAII KAI (Reuters) - Barack Obama, buscando aproveitar os últimos momentos de uma vida normal antes de se tornar presidente dos Estados Unidos em 20 de janeiro, causou comoção quando levou suas filhas para um shopping center no Hawaí na sexta-feira.

Reuters |

Criando uma cena surreal --o presidente eleito, suas filhas Malia, 7 anos, e Sasha, 10 anos, e amigos da família comendo em uma mesa do shopping sendo observador por uma multidão de pessoas e cercados por agentes do Serviço Secreto.

Os agentes se esforçavam para evitar que as pessoas chegassem mais perto para tirar fotos de Obama comendo um sanduíche de atum com queijo derretido e suas filhas tomando sorvetes, uma especialidade local feita de raspas de gelo e poupa de frutas.

Mais cedo, à medida que Obama passava pelo estacionamento do shopping, dúzias de pessoas se juntaram, tirando fotos e saudando o presidente eleito enquanto agentes do Serviço Secreto tentavam manter um ambiente seguro para a próxima primeira família.

Em entrevistas desde que ganhou as eleições, Obama tem afirmado que quer manter um certo grau de vida normal para as suas filhas. Ele afirmou ainda que teme se isolar e perder o contato com o mundo de fora da "bolha" da Casa Branca.

Mas saídas em família como as de sexta-feira se tornarão provavelmente raras depois que ele assumir o cargo e as já estritas medidas de segurança que o cercam se intensificarem.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG