Obama é aclamado candidato presidencial democrata

O senador Barack Obama foi aclamado candidato oficial do Partido Democrata à Presidência dos Estados Unidos pelos delegados presentes à Convenção Nacional em Denver, nesta quarta-feira. Obama, de 47 anos, está em seu primeiro mandato como senador pelo Estado de Illinois e será o primeiro candidato presidencial negro na história americana.

BBC Brasil |

O processo de votação teve início nesta quarta-feira à tarde no centro de convenções Pepsi Center e foi concluído quando a principal rival de Obama, a senadora Hillary Clinton, de Nova York, pediu a seus correligionários que aceitassem a indicação do senador por aclamação.

Ao se aproximar do microfone, no piso do plenário, Hillary foi aplaudida de forma entusiasmada.

Em seu pronunciamento, ela afirmou: "Com os olhos fixos no futuro, em nome da união, com o objetivo da vitória, com fé em nosso partido e em nosso país, vamos declarar com uma só voz, aqui e agora, que Barack Obama é o nosso candidato e ele será o nosso presidente''.

O auditório praticamente veio abaixo após a declaração da senadora, que abriu um largo sorriso.

Aplacando ressentimentos
Hillary havia sido indicada como candidata, uma medida meramente formal adotada pelos ativistas de Obama, a fim de aplacar possíveis ressentimentos por parte de correligionários da senadora - muitos dos quais ainda se encontram insatisfeitos com a maneira pela qual ela foi derrotada na disputa das primárias.

Mas Hillary liberou nesta quarta-feira, mais cedo, os seus delegados, para que eles votassem em Obama.

Em seguida, a presidente da Câmara americana, Nancy Pelosi, que também preside a convenção, declarou que Obama havia aceitado a indicação, levando a platéia a gritar o nome do senador repetidas vezes.

Obama chegou a Denver nesta quarta-feira. Na quinta, ele realizará o discurso de agradecimento pela indicação em um estádio de futebol americano, com capacidade para mais de 75 mil pessoas - uma prática rara na história das convenções partidárias.

De acordo com o estrategista-chefe da campanha de Obama, David Axelrod, o senador está concluindo a redação de seu discurso, que deverá conter uma série de menções aos supostos riscos de se eleger o virtual candidato republicano à Presidência dos Estados Unidos, John McCain.

Axelrod comentou que Obama não se intimidará em fazer ataques a McCain.

Ainda nesta quarta-feira, discursarão na convenção o ex-presidente Bill Clinton e o candidato a vice-presidente na chapa de Obama, o senador Joe Biden.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG