Toronto (Canadá), 19 fev (EFE).- O presidente dos EUA, Barack Obama, disse hoje no Canadá que a situação no Afeganistão está piorando e que seu Governo analisa se enviará ou não mais soldados a essa nação.

As condições nesse país estiveram entre os temas principais que Obama tratou em Ottawa com o primeiro-ministro canadense, Stephen Harper, em sua primeira viagem ao estrangeiro desde que tomou posse.

"O consenso é de que a situação se está deteriorando no Afeganistão", disse Obama em entrevista coletiva conjunta.

O presidente americano ordenou o envio de 17 mil soldados adicionais "para estabilizar a situação antes das eleições" afegãs.

No entanto, a decisão de mandar mais tropas depende de uma revisão da política americana no Afeganistão na qual seu Governo trabalha atualmente, segundo ele.

Em todo caso, Obama reiterou que os Estados Unidos "se distraíram" e deixaram de lado o Afeganistão, algo que prometeu mudar durante a campanha eleitoral.

O Canadá prevê retirar suas forças armadas do território afegão em 2011 e o encontro entre os dois líderes não mudou essa postura.

Harper ressaltou que, na medida em que retirar seus soldados, o Canadá aumentará seu apoio econômico ao Afeganistão. "A paz e a segurança tem que ser conquistadas pelos próprios afegãos", disse.

EFE cma/jp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.