O presidente americano, Barack Obama, disse nesta quarta-feira que o sistema migratório dos Estados Unidos está "quebrado", durante uma recepção na Casa Branca para lembrar a batalha de Puebla, quando os mexicanos derrotaram as tropas francesas.

O presidente americano, Barack Obama, disse nesta quarta-feira que o sistema migratório dos Estados Unidos está "quebrado", durante uma recepção na Casa Branca para lembrar a batalha de Puebla, quando os mexicanos derrotaram as tropas francesas.

O sistema migratório americano "está quebrado" e deve ser reparado com uma proposta que integre segurança e alternativas para legalizar os imigrantes (ilegais que vivem no país), destacou Obama.

"Quero começar a trabalhar nisto este ano. Quero que democratas e republicanos trabalhem comigo, porque temos que ser fiéis ao que somos, uma nação de leis e uma nação de imigrantes", disse Obama na tradicional recepção para líderes da comunidade hispânica.

O presidente afirmou que as pessoas não devem ser julgadas por sua aparência, ao criticar a nova lei do Arizona que autoriza a polícia a checar a situação migratória de indivíduos suspeitos.

"Solapar os princípios fundamentais que nos definem como nação" não é a solução, advertiu Obama.

Um rascunho da reforma foi apresentado há uma semana por líderes democratas no Senado, e promete legalizar grande parte dos imigrantes, em troca do pagamento de multa e do aprendizado do inglês, entre outras exigências.

jz/LR

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.