Obama diz que não se arrepende de ter apoiado mesquita em NY

Presidente causou polêmica ao entrar no debate público sobre construção de centro islâmico próximo ao local dos ataques de 11/09

iG São Paulo |

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, afirmou nesta quarta-feira que não se arrepende de ter apoiado o projeto que prevê a construção de um centro islâmico em Nova York, próximo ao local dos atentados de 11 de Setembro de 2001.

Durante evento em Clintonville, no Estado americano de Ohio, um repórter da emissora NBC perguntou se Obama tinha se arrependido de declarar seu apoio ao projeto, posição que provocou críticas de famílias das vítimas do atentado, grupos conservadores e políticos republicanos. Após tirar uma foto com populares presentes, Obama se dirigiu ao repórter e disse: "A resposta é: sem arrependimentos" ( assista ao vídeo em inglês )

AP
Obama fala durante evento em Clintonville, no Estado americano de Ohio

Obama demonstrou apoio ao projeto na sexta-feira, durante jantar Iftar que ele promoveu na Casa Branca. Iftar é a ceia que os muçulmanos fazem quando terminam o jejum diurno que realizam durante o mês sagrado do Ramadã.

"Como cidadão, e como presidente, acredito que os muçulmanos têm o mesmo direito de praticar sua religião como qualquer outra pessoa neste país," disse Obama.

"Isso inclui o direito de construir um local para preces e um centro comunitário numa propriedade privada no sul de Manhattan, de acordo com as leis e regras locais."

No começo deste mês, uma agência da cidade de Nova York abriu o caminho para a construção do centro comunitário, que incluirá uma sala para preces, a duas quadras do local onde ficavam as Torres Gêmeas.

Os defensores do projeto argumentam que o templo vai ajudar na superação dos estereótipos negativos associados à comunidade muçulmana desde os ataques de 11 de Setembro. Os opositores afirmam que construir uma mesquita tão perto do Marco Zero é um insulto às vítimas.

Com AFP e Reuters

    Leia tudo sobre: obamaeuamesquitany

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG