Obama diz que morte de Kaczynski representa perda trágica para o mundo

Washington, 10 abr (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, expressou hoje suas profundas condolências ao povo polonês pela morte de seu presidente, Lech Kaczynski, em um comunicado oficial em que ressaltou a perda trágica para a Polônia, para os Estados Unidos e para o mundo.

EFE |

Obama descreveu Kaczynski como um "homem de Estado distinto que teve um papel-chave no movimento Solidariedade".

Para o americano, o presidente polonês era "amplamente admirado nos EUA como um líder dedicado a impulsionar a liberdade e a dignidade humana".

"Essa fortaleza assegurará que a Polônia emerja das profundezas desta tragédia impensável e que o legado dos líderes que morreram hoje seja uma luz que continuará guiando à Polônia e ao mundo na direção do progresso humano", concluiu.

Na catástrofe do avião presidencial morreram 96 pessoas, das quais os 88 integrantes da comitiva oficial da Polônia liderada por Kaczynski, que viajava à Rússia para prestar homenagem aos milhares de poloneses massacrados pelo stalinismo. EFE tb/jcn-dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG