Obama diz que hispânicos foram os mais afetados pela crise

Washington, 10 fev (EFE).- O presidente Barack Obama disse que a comunidade hispânica dos Estados Unidos foi a que mais sofreu com a crise econômica que atinge o país e prometeu que prestará atenção especial nas relações com a América Latina.

EFE |

Em coletiva de imprensa em Fort Myers, na Flórida, concedida à rede de televisão "Telemundo" e divulgada hoje, Obama disse que os hispânicos, que constituem a maior das chamadas "minorias" do país, são os mais afetados pelo desemprego, a perda de casas, os problemas com hipotecas e a falta de seguro médico.

Um dos beneficiados no pacote econômico de Obama serão as empresas de construção, que constituem uma das maiores empregadores de hispânicos nos EUA.

Questionado sobre a demora em se pronunciar como chefe de Estado sobre as relações com a América Latina, Obama afirmou que buscará dar uma guinada na diplomacia com a região.

Como primeira medida, prometeu ir à Cúpula das Américas, em abril, em Trinidad e Tobago, no que será seu primeiro encontro com líderes do continente. EFE ojl/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG