Obama diz que EUA vão pressionar por corte em emissão de CO2

NAÇÕES UNIDAS (Reuters) - O presidente dos EUA, Barack Obama, que fez sua estreia nesta quarta-feira na ONU, disse que chegaram ao fim os dias em que seu país emperrava a luta contra as mudanças climáticas. Obama se comprometeu a promover a energia renovável e compartilhar tecnologia verde com os demais países do mundo.

Reuters |

"Nós vamos pressionar por maiores cortes nas emissões (de gasses causadores do efeito estufa) para alcançar os objetivos que estabelecemos para 2020 e finalmente 2050", disse Obama em seu primeiro discurso na Assembleia Geral da ONU.

(Reportagem de Matt Spetalnick, texto de Claudia Parsons)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG