Obama diz que conversações multilaterais vão prosseguir com o Irã

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, informou nesta sexta-feira que o diálogo direto com Teerã ficará afetado pela convulsão no Irã depois das eleições presidenciais, mas assegurou que as conversações multilaterais vão prosseguir.

AFP |

"Não há dúvida de que o diálogo direto ou a diplomacia com o Irã ficará afetada pelos eventos das últimas semanas", declarou Obama em entrevista à imprensa junto da chanceler alemã, Angela Merkel.

Mas os "debates multilaterais com o Irã" vão continuar, disse Obama em referência ao grupo dos seis - os cinco membros permanentes do Conselho de Segurança da ONU (China, Estados Unidos, França, Grã-Bretanha e Rússia) e Alemanha - que estuda o caso do programa nuclear iraniano.

A comunidade internacional, os Estados Unidos e os países ocidentais em particular, suspeitam de que o Irã busca dotar-se de arma nuclear, enquanto que Teerã assegura que seu programa nuclear é estritamente civil.

Em entrevista à imprensa nesta sexta-feira, Obama disse, além disso, não levar "a sério" as desculpas que exigiu dele o presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad.

"Sugeriria ao senhor Ahmadinejad que pense cuidadosamente em suas obrigações para com o próprio povo", destacou Obama.

jkb/ml/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG