Washington, 24 mar (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, afirmou hoje que conseguir a paz no Oriente Médio durante o seu mandato não vai ser mais fácil do que era antes, mas será igualmente necessário.

Em entrevista coletiva exibida ao vivo no horário nobre da TV americana, o chefe de Estado disse que, por enquanto, ninguém ainda sabe como será o próximo Governo israelense ou quem serão os próximos líderes palestinos.

"O que sabemos é que a situação atual é insustentável", afirmou Obama, que lembrou ter nomeado o veterano mediador George Mitchell como enviado para a região "num sinal" de que, "desde o primeiro dia", sua Administração é séria na busca de uma paz duradoura para a região.

O presidente se disse otimista quanto ao alcance de resultados: "Se alguém dá continuidade ao trabalho, se é persistente, os problemas podem ser resolvidos".

O governante citou como exemplo o processo de paz para a Irlanda do Norte e os festejos de Saint Patrick na Casa Branca há uma semana, quando "antigos inimigos declarados celebraram juntos" a data. EFE mv/sc

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.