Obama diz que campanha de McCain é cínica, não racista

Por John Whitesides, Correspondente de Política CABO CANAVERAL, Flórida (Reuters) - O candidato democrata à Casa Branca, Barack Obama, afirmou neste sábado que a campanha do rival republicano, John McCain, tem sido cínica, não racista, ao tentar levantar temores sobre a sua candidatura.

Reuters |

Obama afirmou que a equipe de McCain era 'muito boa em campanha negativa' e estava usando sua relativa inexperiência, biografia atípica e sua raça para levantar dúvidas a seu respeito.

A campanha de McCain lançou um comercial nesta semana no qual acusa Obama de dar 'a cartada racista' ao dizer que McCain estava tentando assustar os eleitores devido a sua aparência.

Obama, filho de um pai queniano negro e uma mãe branca do Kansas, tem a chance de se tornar o primeiro presidente negro dos Estados Unidos.

'De nenhuma maneira eu penso que a campanha de John McCain está sendo racista, acho que estão sendo cínicos', afirmou o senador por Illinois a repórteres durante campanha pela Flórida. 'Eu acho que eles querem distrair as pessoas de falar dos reais temas.'

McCain, um senador por Arizona, zombou de Obama em dois comerciais nesta semana, um ligando-o a insípidas celebridades de Hollywood como Britney Spears e Paris Hilton, e outro satirizando-o como um candidato arrogante e com características messiânicas, apelidado de 'O Escolhido'.

Obama disse que a campanha de McCain foi assumida pelos ex-companheiros de Karl Rove, ex-assessor político do presidente George W. Bush, e que ele estava claramente planejando uma campanha negativa.

'Eu não venho do cenário tradicional. Sou jovem. Sou novo no cenário nacional. Meu nome é Barack Obama. Eu não tenho a biografia política de um candidato presidencial', disse.

'Isso significa que sou um tipo diferente e as pessoas ainda estão tentando ter uma idéia de quem eu sou, de onde venho', afirmou. 'O que tem sido um gancho na campanha de McCain para dizer 'ele é arriscado'.'

'Eles são muito bons em campanhas negativas. Não são tão bons em governar', afirmou. 'Já vimos este filme antes.'

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG