Obama diz que a desconfiança levou a aliança EUA-Europa à deriva

O presidente Barack Obama afirmou nesta sexta-feira, em Estrasburgo, que a desconfiança levou a aliança entre os Estados Unidos e a Europa à deriva, pouco antes do iníco da cúpula da Otan.

AFP |

"Temos que ser honestos conosco mesmo", afirmou Obama, em declarações que demonstram uma nova vontde de aproximação entre os Estados Unidos e a Europa, depois das tensões vividas durante o mandato de seu antecessor, o republicano George W. Bush.

"Nos últimos anos, deixamos que nossa aliança ficasse à deriva", assinalou o presidente dos Estados Unidos em uma reunião com 4.000 jovens em Estrasburgo, antes do início da cúpula do 60º aniversário da Otan.

"Sei que houve desacordos honestos sobre políticas, mas também sabemos que houve algo mais que afetou nossas relações", declarou.

"Nos Estados Unidos, há uma falha na hora de apreciar o papel de liderança da Europa no mundo. Ao invés de celebrar sua dinâmica união e buscar uma associação com vocês pasra fazer frente aos desafios comuns, houve momentos em que os Estados Unidos se mostraram arrogante", declarou.

Mas, assegurou, na Europa também há "um antiamericanismo que é fortuito, apesar de também poder ser insidioso".

bur-app/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG