Obama deverá ser candidato em 2012, diz porta-voz

Presidente americano deve declarar candidatura perante Comissão Eleitoral Federal dentro de dois meses

iG São Paulo |

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, provavelmente será candidato à reeleição em 2012, indicou nesta quinta-feira Robert Gibbs, porta-voz da Casa Branca.

"Acredito que isto provavelmente acontecerá, naturalmente", disse Gibbs, previsto para deixar o cargo, destacando que a campanha de Obama não será oficializada até que o presidente dê início aos trâmites eleitorais na Comisão Federal Eleitoral nos próximos meses.

Segundo o jornal The New York Times, que cita assessores, Obama recrutará membros de sua equipe para preparar a sua campanha para a reeleição, em 2012.

Diferentemente das tradicionais campanhas para reeleição baseadas em Washignton, Obama focará a sua em sua cidade natal, Chicago.

O presidente pretende declarar sua candidatura formalmente dentro de dois meses, ao preencher e assinar papéis na Comissão Eleitoral Federal. Este primeiro passo funcionaria como aval para que começasse a levantar fundos para a corrida eleitoral do ano que vem.

Dois anos

Nesta quinta-feira, Obama comemora dois anos de sua posse com um aumento do índice de popularidade, segundo as pesquisas.

Obama dedica o dia a um encontro privado com prefeitos e a reuniões com seus assessores, antes de assistir esta noite a um concerto em comemoração ao 50º aniversário da chegada ao poder do ex-presidente John F. Kennedy.

O chefe de Estado americano, cujo partido sofreu um forte golpe nas eleições legislativas de novembro, registrou uma importante recuperação nas últimas pesquisas. Segundo o Instituto Gallup, que em novembro concedia a Obama uma popularidade de 44%, atualmente o presidente conta com 51% de aprovação, contra 42% de americanos que o desaprovam.

Uma pesquisa publicada nesta quinta-feira pelo jornal The Wall Street Journal indica que 53% dos eleitores consideram que Obama está fazendo um bom trabalho como presidente, o que representa uma alta de oito pontos percentuais desde dezembro. Já 41% desaprovam Obama, uma queda de sete pontos em relação ao mês anterior.

A pesquisa revela ainda uma recuperação da popularidade de Obama entre os independentes. Também pela primeira vez em um ano, Obama conquistou a aprovação dos adultos de raça branca. Segundo o jornal, esta alta pode ser atribuída, em parte, à aprovação do público à reação de Obama ao tiroteio de 8 de janeiro em Tucson, no Arizona, no qual seis pessoas morreram e 14 ficaram feridas

Na ocasião, Obama lançou uma chamada à unidade entre os americanos e pediu aos políticos mais moderação em seus discursos. Na próxima terça-feira, o presidente deve pronunciar seu discurso sobre o Estado da União, no qual, segundo a Casa Branca, retomará sua chamada à união nacional.

*Com AFP E EFE

    Leia tudo sobre: barack obamaeleições2012candidatocampanha

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG