Obama deve escolher ex-assessor de Clinton para a CIA

O presidente eleito dos Estados Unidos, Barack Obama, escolheu Leon Panetta, um ex-congressista democrata e ex-chefe de Gabinete de Bill Clinton, para comandar a Agência Central de Inteligência americana (CIA, na sigla em inglês), informou nesta segunda-feira a imprensa nos EUA.

BBC Brasil |

Panetta foi chefe de Gabinete do governo do ex-presidente Bill Clinton entre os anos de 1994 e 1997.

Obama também teria escolhido o almirante aposentado da Marinha Dennis Blair para o cargo de Diretor Nacional de Inteligência.

Blair liderou os esforços antiterroristas do governo dos EUA no Sudeste Asiático após o 11 de setembro, quando era o chefe do Comando Pacífico da Marinha.

Ele também trabalhou como diretor associado de apoio militar da CIA.

Se confirmadas as indicações, estes seriam os últimos cargos de alto escalão que ainda faltavam ser preenchidos por Obama.

Tortura

Observadores afirmam que Obama teria enfrentado dificuldades para selecionar os nomes para comandar a inteligência porque queria escolher pessoas com experiência nas agências, mas que não tivessem relações com a política de métodos extremos de interrogatório - que alguns classificam como tortura - empreendida pela CIA após o 11 de setembro.

Panetta já havia mostrado sua oposição a estes métodos em um artigo que escreveu para a revista Washington Monthly, em janeiro de 2008.

"Aqueles que apóiam a tortura devem acreditar que podemos cometer abusos contra prisioneiros sob certas circunstâncias e ainda assim continuar seguindo nossos valores", escreveu.

"Mas isto é falso. Ou acreditamos na dignidade do indivíduo, no império da lei e na proibição de punições cruéis, ou não. Não há meio termo".

Leia mais sobre Obama - CIA

    Leia tudo sobre: obama

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG