O presidente eleito dos Estados Unidos, Barack Obama, revelou neste sábado a composição da equipe que será encarregada de Ciência e Tecnologia em seu futuro governo, destacando que a mudança climática e a pesquisa genética estarão entre suas prioridades.

"Está na hora de voltar a colocar a ciência entre as prioridades de nossa agenda e trabalhar para que os Estados Unidos recuperem a liderança em matéria científica e tecnológica", disse Obama em seu programa semanal de rádio.

Em primeiro na lista está John Holdren, que será o diretor da Agência de Ciência e Tecnologia da Casa Branca e co-presidente do Conselho de Assessores do Presidente em Ciência e Tecnologia.

O professor de políticas ambientais da Universidade de Harvard dirige o Pugwash Conferences on Science and World Affairs, uma organização internacional de cientistas renomados, que recebeu o Prêmio Nobel da Paz em 1995.

Holdren já foi assessor em ciência e tecnologia do presidente Bill Clinton nos anos 90.

O presidente eleito também nomeou Eric Lander e Harold Varmus como co-presidentes do Conselho de Assessores junto a Holdren.

Lander é diretor fundador do Broad Institute, que desempenhou um papel decisivo no Projeto Genoma Humano, que em 2003 conseguiu traçar o mapa da localização de cerca de 20.500 genes nos 23 pares de cromossomos humanos.

Varmus, que recebeu em 1989 junto a outros cientistas o prêmio Nobel por seus estudos sobre as bases genéticas do câncer, foi presidente e diretor executivo do Memorial Sloan-Kettering Cancer Center em Nova York desde janeiro de 2000.

mk/lm

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.