O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, prestou homenagem nesta quinta-feira ao 16º presidente dos Estados Unidos, Abraham Lincoln, por seu senso de unidade em tempos de crise e fez um apelo a que seu exemplo seja seguido, num momento em que o Congresso se prepara para votar o gigantesco pacote de estímulo econômico, defendido por ele.

"É em seu sentido de unidade, em sua capacidade de conceber um futuro comum quando nosso país estava dilacerado, que penso hoje", disse o 44º presidente dos Estados Unidos no Capitólio, a sede do Congresso, onde foi para comemorar o bicentenário do nascimento de Lincoln.

"Embora nos apresentemos no momento nítidamente menos divididos do que na época de Lincoln, e nos debatamos novamente com questões cruciais - e muitas vezes asperamente -, lembremo-nos que somos servidores de uma mesma bandeira, enquanto que representantes de um mesmo povo", declarou Barack Obama.

"O que Lincoln jamais esqueceu, mesmo no auge da guerra de Secessão, é que apesar do que nos divide - o Norte e o Sul, os Brancos e os Negros - somos no fundo um único país e um único povo cujo liame pode se dobrar, mas não se romper", acrescentou Obama, lembrando que o 16º presidente havia se recusado a castigar os Confederados após a guerra.

chl/cha/sd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.