Obama deixa Alemanha rumo à França

O presidente norte-americano Barack Obama deixou a Alemanha nesta sexta-feira à noite rumo à França, após uma jornada marcada especialmente por sua visita ao campo de concentração nazista de Buchenwald.

AFP |

No final do dia, o presidente fez uma rápida visita ao hospital militar norte-americano de Landstuhl (oeste da Alemanha), onde são atendidos os soldados feridos no Afeganistão ou no Iraque.

Na França, Obama participará no sábado das comemorações do 65º aniversário do desembarque aliado na Normandia, ocorrido em 6 de junho de 1944.

O presidente norte-americano deu continuidade nesta sexta-feira a sua ofensiva diplomática para relançar o processo de paz no Oriente Médio, ao destacar seu apreço por Israel durante uma visita simbólica ao campo de concentração de Buchenwald.

Continuando na Alemanha a viagem iniciada no Oriente Médio, onde na quinta-feira denunciou no Cairo o sofrimento do povo palestino, Obama pediu a árabes e israelenses que façam concessões difíceis para que a paz seja obtida.

Em Buchenwald (leste), que visitou na companhia de sobreviventes, como o escritor e prêmio Nobel da Paz, Elie Wiesel, Obama criticou o discurso "ignorante e odioso" dos negacionistas e insistiu na amizade entre os Estados Unidos e o Estado hebreu, países que mantêm "laços estreitos e duradouros" com Israel.

bur/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG