Obama defende novo começo com os muçulmanos e fim das divergências

O presidente americano Barack Obama defendeu nesta quinta-feira um novo começo com o mundo muçulmano, no esperado discurso destinado a sanar a ruptura dos Estados Unidos com o mundo islâmico.

AFP |

"Vim buscar um novo começo entre os Estados Unidos e os muçulmanos através do mundo, um começo baseado no interesse mútuo e no respeito mútuo, um começo baseado nesta verdade de que os Estados Unidos e o islã não se excluem", afirmou Obama.

"Enquanto nossas relações forem definidas por nossas divergências, daremos o poder aos que espalham o ódio antes da paz, aos que promovem o conflito ao invés da cooperação", declarou Obama na Universidade do Cairo.

"Este ciclo de desconfiança e de discórdia deve terminar", completou.

O esperado discurso do presidente americano no Cairo, onde Obama faz uma visita altamente simbólica, sobre uma nova relação entre Estados Unidos e o mundo muçulmano pretende virar a página do antecessor George W. Bush.

col-ev/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG