Obama defende estímulo econômico a universidades

O presidente americano Barack Obama defende seu cada vez mais criticado plano de estímulo econômico, em um editorial publicado pelo jornal Washington Post, no qual pede o reforço do sistema de universidades comunitárias.

AFP |

"Não se esperava que o plano de recuperação restaurasse a saúde da economia por si só, e sim que fornecesse o estímulo necessário para deter a queda livre. Até agora, isto é o que tem feito", escreve.

Obama aproveita o artigo para ressaltar a importância da educação além do nível secundário.

"Em uma economia na qual se projeta que os empregos que exigem estudo vão crescer ao dobro da velocidade que os empregos que não pedem experiência universitária, nunca foi tão essencial continuar a educação e a preparação ao fim do secundário", afirma.

O presidente democrata expressa ainda desejar que o país se torne líder mundial na formação universitária dentro de uma década.

Obama acredita ser necessária a reforma do sistema de universidades comunitárias, financiadas pelo governo e frequentada por americanos de baixa renda.

mk/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG