Obama defende dois Estados para israelenses e palestinos

Jerusalém, 24 jul (EFE).- O candidato presidencial democrata americano, Barack Obama, defende um avanço rápido na direção de dois Estados como solução ao conflito entre israelenses e palestinos, segundo uma entrevista publicada hoje pelo diário Haaretz.

EFE |

"Acho que a próxima Administração dos EUA deve se movimentar rapidamente" para solucionar o conflito do Oriente Médio, disse Obama ao "Ha'aretz", o jornal de maior prestígio em Israel.

"A próxima Administração americana deve ajudar as partes a se estabelecer sobre os progressos que fizeram até agora, e a continuar trabalhando em direção a dois Estados, um vivendo ao lado do outro em paz e segurança", acrescentou.

Obama deixou na manhã de hoje (hora local) a região com destino à Europa, após ter passado 35 horas em Israel e apenas uma no território palestino da Cisjordânia.

"Conversei muito com líderes israelenses e palestinos, e lhes encorajei a fazer o maior progresso possível em suas negociações este ano", acrescentou Obama.

Israelenses e palestinos retomaram o processo de paz na conferência de Annapolis, realizada em novembro do ano passado e sob os auspícios dos EUA, com o objetivo declarado de tratar de alcançar um acordo destinado a conseguir o estabelecimento de um Estado palestino.

O chefe negociador palestino, Saeb Erekat, disse que a visita de Obama aos territórios palestinos "refletiu a importância do problema palestino na política externa americana". EFE db/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG