equivocadas contra imigração - Mundo - iG" /

Obama critica medidas equivocadas contra imigração

O presidente dos EUA, Barack Obama, alertou na sexta-feira para a necessidade de uma reforma federal da imigração, que evite esforços equivocados como a nova lei do Arizona que trata imigrantes clandestinos como criminosos.

Reuters |

Obama citou o tema numa cerimônia nos jardins da Casa Branca, em que 24 militares dos EUA, originários de China, México, Etiópia e outros países, se tornaram cidadãos norte-americanos.

"Hoje celebramos a própria essência do país que todos amamos - uma América onde tantos dos nossos antepassados vieram de outro lugar", disse Obama, filho de um queniano.

"E então num dia como hoje somos lembrados também de como devemos continuar sendo tanto uma nação de imigrantes quanto uma nação de leis", prosseguiu. "Isso inclui consertar o falido sistema de imigração da América."

Horas depois de Obama citar a medida do Arizona como uma ameaça "às noções básicas de justiça que valorizamos como americanos", a governadora republicana desse Estado, Jan Brewer, sancionou aquela que é a mais dura lei estadual sobre imigração no país.

A partir de agora, a polícia do Arizona, que faz fronteira com o México, terá de determinar o status migratório de uma pessoa sobre a qual haja "suspeita razoável" de estar ilegalmente nos EUA. Críticos dizem que isso é um convite à discriminação racial.

Líderes democratas no Congresso debatem a conveniência de apresentar uma reforma da imigração neste ano eleitoral, já que o tema é polêmico e o desgaste político da reforma da saúde ainda é recente. Estima-se que 10,8 milhões de estrangeiros vivam e trabalhem clandestinamente nos EUA.

O eleitorado hispânico, a quem a reforma interessa diretamente, forma uma importante base de apoio ao Partido Democrata. Por outro lado, muitos conservadores temem que a reforma facilite a entrada de imigrantes, que segundo eles ocupam recursos e empregos que deveriam ser de norte-americanos.

"Nosso fracasso em agir responsavelmente em nível federal só irá abrir a porta para a irresponsabilidade dos outros", disse Obama.

A lei do Arizona, que deve ser contestada judicialmente, prevê a prisão de quem não apresentar documentos comprovando seu status legal no país.

Leia mais sobre imigração

    Leia tudo sobre: imigração

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG