O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, anunciou nesta segunda-feira que na próxima semana organizará uma reunião sobre a reforma do sistema americano de assistência médica.

Obama, que prometeu durante sua campanha ampliar a cobertura médica aos 46 milhões de americanos que não têm assistência, também justificou a reforma pela necessidade de se enfrentar um déficit federal recorde.

A necessidade de combater o déficit reflitirá no primeiro orçamento do novo governo, previsto para a quinta-feira.

"O crescente custo da assistência médica é a maior fonte do nosso déficit", disse Obama após uma reunião "sobre a responsabilidade orçamentária".

"A longo prazo, teremos que enfrentar a questão da cobertura médica para recolocar os Estados Unidos no caminho de um orçamento sustentável", destacou o presidente.

Obama confirmou hoje que o orçamento para o ano fiscal de 2010 (que começa em 1º de outubro) terá por objetivo reduzir à metade o déficit do Estado, atualmente em mais de 1 trilhão de dólares, até 2013, quando termina seu mandato.

lal/LR

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.