Obama convoca ex-assessor de Clinton para equipe econômica

Por Caren Bohan WASHINGTON (Reuters) - O candidato democrata à Casa Branca, Barack Obama, reforçou na segunda-feira sua campanha com o anúncio da contratação de um ex-assessor do governo de Bill Clinton para ser diretor de política econômica do comitê.

Reuters |

Jason Furman, de 37 anos, especialista em política fiscal, foi economista do Conselho de Consultores Econômicos da Casa Branca durante o governo Clinton (1993-2001) e também diretor do Conselho Econômico Nacional. Ele trabalhou ainda no Banco Mundial.

Jan Psaki, assessora de Obama, disse que o comitê considerou que seria sensato ampliar a equipe econômica nesta fase da disputa. O candidato, que assegurou a indicação democrata na semana passada, vai dar ênfase à economia durante sua atual viagem pelos Estados de Carolina do Norte e Missouri, estrategicamente importantes na eleição de novembro.

Furman, Ph.D. por Harvard, está ligado ao ex-secretário do Tesouro Robert Rubin no Projeto Hamilton, um fórum de idéias sobre política econômica na entidade Brookings Institution.

Ele também foi colaborador do Prêmio Nobel Joseph Stiglitz num importante estudo sobre a crise financeira da década de 1990 na Ásia.

Na campanha, Furman terá a consultoria de Austan Goolsbee, economista da Universidade de Chicago, responsável pelas principais propostas econômicas do candidato.

Furman disse à Reuters que tem em comum com Rubin o interesse por 'políticas de mercado e disciplina fiscal'. Obama vem acusando o presidente George W. Bush de oferecer benefícios tributários que são fiscalmente irresponsáveis.

O adversário dele, o republicano John McCain, defende a manutenção das vantagens tributárias e acusa Obama de querer 'taxar e gastar'.

Em discurso na Carolina do Norte, Obama disse que vai apresentar na semana que vem mais detalhes sobre sua plataforma econômica de longo prazo.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG