Obama convida envolvidos em polêmica racial para tomar cerveja

Washington, 28 jul (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, tomará uma cerveja nos jardins da Casa Branca na quinta-feira com o professor Henry Louis Gates e o policial James Crowley, protagonistas de uma polêmica racial na semana passada.

EFE |

O porta-voz da Casa Branca, Robert Gibbs, informou hoje que, com esta reunião, os três terão a oportunidade de conversar e de diminuir um pouco as tensões.

"Vão tomar algumas cervejas", explicou.

O encontro acontece depois que Gates foi detido por perturbar a ordem pública no dia 16, quando Crowley, que tinha recebido um aviso de possível roubo na casa do professor da Universidade de Harvard, foi investigar o que ocorria.

Gates, uma das principais autoridades em estudos afro-americanos nos Estados Unidos, acabava de voltar de viagem e tinha tido problemas para abrir a porta de casa na localidade de Cambridge, em Massachusetts.

O professor acusa Crowley de tê-lo tratado com pouco caso e de ter se recusado a mostrar o número de seu distintivo policial.

Já o sargento diz que o professor gritou com ele e acusou Crowley de detê-lo por ser "um negro nos Estados Unidos".

O presidente se viu envolvido quando, em entrevista coletiva na semana passada, afirmou que a Polícia de Cambridge tinha agido de maneira "estúpida".

Na entrevista coletiva de Gibbs da sexta-feira, o presidente apareceu de surpresa perante os meios de comunicação para declarar que o que tinha querido dizer é que as partes deviam ter mantido a "cabeça fria" no incidente e o país devia tirar uma lição do caso.

Obama afirmou então que tinha falado com os dois implicados e convidado eles a tomar uma cerveja na Casa Branca. EFE mv/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG