Obama considera todas as opções para conter ameaça nuclear iraniana

O candidato democrata à Casa Branca, Barack Obama, reiterou nesta quarta-feira a necessidade de se considerar todas as opções, incluindo as militares, para impedir que o Irã obtenha armas nucleares, mas descartou que um ataque aéreo seja suficiente para resolver esses temores.

AFP |

"O Irã é um país muito grande. Tem seus recursos nucleares dispersos, de tal maneira que nos seria impossível resolver, definitivamente, o problema com ataques dirigidos sem errar, da forma como Israel conseguiu com a ameaça nuclear iraquiana", disse Obama, em entrevista à rede de TV americana ABC News.

Em 1981, Israel bombardeou, com sucesso, a central nuclear iraquiana de Osirak.

Obama reiterou sua defesa da "diplomacia agressiva" acompanhada de "duras sanções" para obrigar "os iranianos a revisar seus cálculos".

"Se o Irã obtiver a arma nuclear, isso desencadeará uma nova corrida armamentista (...) que ameaçaria de morte não apenas Israel, mas que também seria uma mudança profunda e radical para nossa segurança nacional", advertiu.

aje/tt/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG