O presidente eleito dos Estados Unidos, Barack Obama, está considerando a possibilidade de nomear a ex-primeira-dama Hillary Clinton - sua rival nas primárias democratas - como secretária de Estado de seu futuro governo, informa a imprensa americana.

Dois assessores de Obama, não identificados, afirmaram ao canal NBC na noite de quinta-feira que Hillary, atualmente senadora por Nova York, "está sob consideração" para o posto.

De acordo com a NBC, Hillary Clinton voou na quinta-feira a Chicago - cidade de Obama -, mas um assessor afirmou que a viagem teve motivos pessoais.

EFE
Hillary pode fazer parte do governo do ex-rival
Fontes ligadas a Obama confirmaram à CNN nesta sexta-feira que Hillary está sendo considerada. No entanto, o porta-voz da senadora, Philippe Reines, foi evasivo ao ser questionado.

"Qualquer especulação sobre o gabinete ou outras nomeações do governo deve ser tratada pela equipe de transição do presidente eleito Obama", disse Reines à CNN.

Hillary Clinton, 61 anos, tem ampla experiência em política externa no Senado, como membro da comissão das Forças Armadas, e indiretamente quando seu marido Bill Clinton foi presidente de 1993 a 2001.

Vários nomes importantes já foram mencionados pela imprensa como possíveis secretários de Estado de Obama, incluindo o candidato à presidência pelos democratas em 2004, o senador John Kerry, o governador do Novo Mexico e ex-embaixador na ONU Bill Richardson - favorito entre a comunidade hispânica -, além dos senadores republicanos moderados Richard Lugar e Chuck Hagel.

Leia mais sobre Obama

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.